Buscar
  • Omnibus

Por que é a hora de investir no marketing digital e por onde começar

Atualizado: 24 de set. de 2020


A necessidade de reconfiguração do modelo dos negócios já vinha pedindo atenção na mesa de estratégias corporativas. Mas, o xeque-mate chegou sem pedir licença, literalmente da noite para o dia: a pandemia causada pelo Covid-19. O marketing digital virou urgência e é a solução para transformar o seu negócio através de novas estratégias para lidar com o “novo normal”.


Mas, como viemos parar aqui?


Você já parou para refletir que as organizações de todo o mundo, independente do porte ou setor de atividade, foram praticamente obrigadas, abruptamente, a implementar canais de relacionamento e vendas online para conseguir ter algum tipo de interação com os consumidores?


Esse fato foi o divisor de águas e o principal fator disruptivo de transformação, pois forçou as empresas que ainda não tinham dado a devida importância ao marketing digital do mundo a tentarem reagir.


Mas, a boa notícia é que ainda há tempo para uma reação, inclusive para as pequenas e médias empresas. Dentro destas organizações, é comum não existir um time especializado e focado em marketing digital. A forma mais rápida e eficiente é contar com a ajuda de parceiros que tenham know-how, sem a necessidade de fazer novas contratações.


O melhor dia para adotar o formato digital no seu modelo de negócio é hoje. O mundo está imediatista e as empresas que continuarem resistentes, ficarão para trás.


O digital chegou para ficar


Se a sua empresa não está investindo, pois acha que esse boom é passageiro, é hora de repensar a sua estratégia. Dados do HubSpot comprovam o quanto o marketing digital tem um papel vital para a sobrevivência das empresas. Os clientes estão iniciando mais interações onlines com as empresas hoje do que há um ano. O tráfego médio dos sites apresentou um aumento de mais de 10% e o volume semanal de mensagem em chats e mensagens de Facebook teve um aumento de 5%.


Quando trazemos o assunto para a adaptação de venda ao formato digital, percebemos que a internet continuará sendo uma fonte de sustentação para os negócios. Uma pesquisa da Capterra revelou que 70% das empresas conseguiram adaptar seus produtos e serviços aos meios digital e continuarão a vendê-los neste formato mesmo depois da pandemia.


Essa realidade já pode ser vista através da Dark Store. Você já conhece esse conceito? Ele é bastante recente e, em sua tradução livre, significa “loja escura”. Gigantes do mercado como Walmart e Carrefour, por exemplo, já iniciaram a adaptação dos negócios usando essa tendência.


Dark stores são locais exclusivos para armazenar, separar e enviar produtos de pedidos online. Eles são espaços físicos menores que um centro de distribuição tradicional e estão localizados dentro de centro urbanos. Isso faz com que a entrega de produtos seja ágil e eficiente. Vale lembrar que a dark store é fechada ao público e é exclusiva para entregas online.


Essa nova tendência do online, só reforça a necessidade de se utilizar estratégias de marketing digital para ter sucesso nas vendas. O consumidor pede experiência de compra, agilidade, personalização, humanização e interação. E, tudo isso, você pode oferecer através do uso correto das ferramentas do marketing digital.


3 motivos para investir no marketing digital:

Descubra agora por que o momento é favorável para investir no desenvolvimento da maturidade digital do seu negócio:


1. As pessoas estão consumindo mais online


As restrições do isolamento social na tentativa de combater o número de novos casos de Covid-19, fez a população usar, ainda mais, o meio online para diversos fins: desde entretenimento (lives, filmes, séries e happy hours virtuais), até como um grande shopping center onde se pode encontrar praticamente tudo à venda.


A Comscore, empresa de análise de mídia, publicou os resultados do mapeamento do consumo de mídia realizada em março de 2020. Veja os principais conteúdos que tiveram um aumento significativo por causa da pandemia:

  • Família (desenhos e filmes) (43%);

  • Notícias (42,6%);

  • Redes Sociais (26,2%).

  • Entretenimento (22,8%);

  • Jogos (20%).

Além disso, foi constatado um aumento de 19% no tempo médio de permanência nas redes sociais.


Quando o assunto é compras online, os números também apresentam um aumento considerável. De acordo com a Sociedade Brasileira de Varejo e Consumo, 61% dos entrevistaram alegam que aumentaram a quantidade de compras online. Desses, 70% pretendem continuar comprando nesta modalidade mesmo após a pandemia.


Instigamos aqui uma reflexão: se o seu concorrente estiver digitalmente inserido e a sua empresa não, quem você acha que terá mais chances de aumentar a receita das vendas e o fortalecimento de marca?


2. As redes sociais se tornaram um potente canal de vendas


Através das redes sociais as empresas podem fortalecer o relacionamento e, consequentemente, realizar mais vendas. As plataformas oferecem recursos próprios de lojas online para disponibilizar seus produtos como se fosse uma vitrine virtual. A sua estratégia deve não só englobar promoções e produtos, mas também entretenimento, aprendizado, conteúdos interessantes, entre outros.


Se você oferece serviços, as redes sociais também são uma grande aliada. É por meio de entrega de conteúdo de valor e de forma consistente que a marca consegue criar relevância e se posicionar perante os potenciais clientes.


As redes sociais permitem um ciclo de venda completo: desde a prospecção até o pós-venda ou venda cruzada. Lembre-se que estamos na era da experiência e o mundo digital é um ambiente altamente favorável para essa estratégia. As empresas que souberem usar esse potencial a favor do negócio, estarão sempre um passo à frente.


3. Menos investimentos no presencial, mais no digital


A área financeira das empresas identificou oportunidades de economia quando a necessidade de investimentos no ambiente presencial diminuiu. Como já abordamos anteriormente, algumas operações internas tendem a se manter na modalidade home office. Esse fato faz com que as organizações diminuam os custos fixos como o aluguel de salas comerciais, por exemplo.


Essa economia já tem um destino certo, principalmente quando as empresas estão focadas em acompanhar as tendências mundiais: investir no marketing digital.


Mesmo as pequenas e médias empresas têm possibilidades incríveis de fazer parte deste movimento global. Não é uma tarefa banal, exige muito planejamento, estratégias e a capacidade de adaptar o seu negócio para o mundo digital, mas sem dúvidas, é totalmente possível quando se usam os recursos certos. O marketing digital é para todos!


Como e por onde começar a investir no Marketing Digital


Agora que você já sabe o porquê esse assunto é tão relevante, principalmente em 2020 e, continuará em pauta nos próximos anos, vamos falar sobre como e por onde iniciar essa estratégia voltada ao digital.


Site: o seu endereço digital


Assim como a sua empresa tem (ou tinha) um endereço físico, o site é a representação deste endereço no mundo digital. Ele é simplesmente indispensável. É no seu site que o seu cliente é acolhido pela sua marca, conhece a essência da empresa e o que ela pode oferecer.


Uma tendência que veio para ficar são os chatbots dentro dos sites, que oferecem uma opção de atendimento em tempo real, respondendo às perguntas específicas e automatizado o processo de direcionamento de leads.


Invista em um site com um design atrativo e amigável, que ofereça uma boa experiência pelo celular e que ofereça uma navegação fluida.


Onde a empresa estará presente digitalmente


Esse é um dos primeiros passos da estratégia de marketing digital. É importante você saber que a sua empresa não precisa ter perfis em todas as redes sociais e nem se utilizar de todas as ferramentas disponíveis ao mesmo tempo. A grande sacada do marketing digital é saber adaptar os recursos de acordo com o mercado em que a empresa atua e o seu público-alvo.


Por isso, é interessante você fazer uma pesquisa para encontrar respostas sobre onde o seu público-alvo está inserido digitalmente. São nesses lugares que a sua empresa deve marcar presença. Veja alguns dos meios que são mais comuns aos diferentes mercados e públicos:


  • Blogs - uma ótima ferramenta para colocar em prática o marketing de conteúdo;

  • Rede Sociais - Facebook, Instagram, TikTok, Twitter, Pinterest, LinkedIn, entre outros;

  • Youtube - 4,5 milhões de vídeos o mundo assiste por minuto no Youtube;

  • E-mail marketing - essa ferramenta pode ser até 40x mais efetiva na aquisição de novos clientes quando comparado às redes sociais como Facebook ou Twitter, por exemplo.


Invista em marketing de conteúdo


Essa é uma das ferramentas mais valiosas dentro do marketing digital. Uma boa estratégia de conteúdo raz informações relevantes para os consumidores, não exclusivamente sobre produtos e serviços, mas também acerca de questões sobre a sociedade e engajamento com a sua comunidade, envolvendo a responsabilidade social das empresas.


Você sabia que o marketing de conteúdo exige um investimento de 62% a menos do que o marketing tradicional? Além disso, ele gera, em média, até 3x mais leads.


Acompanhe as novidades tecnológicas e adapte-as ao marketing digital


Estar por dentro das tecnologias disponíveis é essencial para você manter a sua estratégia de marketing digital sempre entregando resultados.


Você já teve ter ouvido falar sobre a revolução da realidade aumentada, por exemplo. Essa tecnologia permite inserir elementos 3D no mundo real. Lá em 2010, a Tissot, uma marca de relógio foi pioneira em utilizar-se desta tecnologia para fazer a venda de produtos sem o cliente precisar ir na loja.


Depois disso, a mesma tecnologia já foi utilizada para vender roupas, maquiagens, móveis e até mesmo imóveis, através de uma experiência de compra única, garantindo a proximidade da marca com o consumidor, mesmo ele estando distante fisicamente.


Achou a viagem longa?


Ufa, acabamos! Esse é apenas o começo de uma estratégia para trilhar o caminho do marketing digital na sua empresa.


Lembre-se: o marketing digital virou requisito mínimo. Mas você não precisa andar sozinho. O primeiro passo é procurar ajuda de especialistas.

Pense: como a sua empresa vai se adaptar e se reinventar neste esse cenário?


20 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo